Pages - Menu

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

O Nome do Vento + Chocolate meio amargo

   
    Esse livro é o primeiro de uma trilogia ainda não completada: A Crônica do Matador do Rei. Se você ama fantasias e histórias épicas com uma pitada de história medieval vai amar.  Nesse livro conhecemos a história de Kvothe e os desafios que ele passou para entrar na Universidade, lugar onde quer estudar para se tornar um arcanista. Somos apresentados a um universo onde existe mágica, demônios e outras criaturas. No decorrer da história, percebemos que Kvothe é realmente um ser incomum e apaixonante, acaba por se tornar uma lenda viva, pois diversas histórias sobre ele espalham-se nos arredores de onde vive. 
    Kvothe entra na Universidade com idade muito abaixo do normal, toca seu alaúde perfeitamente (mesmo com algumas cordas a menos, como vemos no livro) e é um tanto quanto arrogante, pois tem plena consciência de como é especial. Avança nos níveis da universidade com extrema rapidez e, dessa forma, acaba por fazer inimigos.
   É realmente difícil fazer uma resenha de um livro que me cativou tanto, pois tenho vontade de ficar aqui escrevendo sobre Kvothe o dia todo e não quero dar spoilers a nenhum de vocês. Mas adianto uma coisa: nosso protagonista anda em busca de um grupo denominado Chandriano, o mesmo que assassinou sua família e amigos. Existe apenas um problema, é o tipo de grupo oriundo de algo parecido com "contos de fadas" e canções infantis,  ou seja, as pessoas não acreditariam se Kvothe dissesse que está em busca de vingança. 

Minha recomendação de sobremesa é chocolate meio amargo. Por quê? É simples, é doce, não é enjoativo e é muito bom! :D 

Nenhum comentário:

Postar um comentário